Licenciatura em Economia (4º ano)

 

 

Economia Regional e Urbana

 

 1. Objectivos

 

A disciplina de Economia Regional e Urbana inserida no programa curricular das Licenciaturas em Economia (OB) e Gestão de Empresas (OP), tem por objectivo contribuir para a formação interdisciplinar dos alunos, proporcionando-hes conhecimentos nos seguintes domínios:

*  valor e transformação territorial

*  o sistema urbano como sistema relacional

*  a organização do espaço

 

A estruturação do conteúdo programático procurou responder a uma concepção globalizante do estudo da economia das regiões e espaços urbanos. Para tal, o plano de estudos estruturou-se em 6 capítulos visando nos primeiros capítulos apetrechar os alunos de conceitos teóricos necessários para a compreensão da economia do território e das cidades em particular.

 

 

2. Orientação pedagógica

 

O processo de ensino e aprendizagem contemplará não só a aquisição de novos conhecimentos, a sua utilização articulada com os anteriores e o domínio do aparelho conceptual  essencial utilizado no Planeamento Regional e Urbano, mas também, e em particular, a capacidade crítica, de inovação e investigação.

 

No sentido de se proporcionar aos alunos um maior aprofundamento das matérias estudadas, serão indicadas várias fontes bibliográficas, documentais e outras sobre as questões em análise.

 

 

3.  Avaliação

 

Os alunos serão avaliados por:

·        Uma frequência escrita a realizar na última semana de aulas do semestre (50%).

·        Um relatório escrito, a apresentar no decorrer do semestre (grupo de 2/3 alunos), sobre um tema sugerido pelo docente (50%). 

 

Consideram-se em avaliação contínua os alunos que se submetam aos três momentos de avaliação.  Se com esta avaliação os alunos obtiverem uma classificação média ³9,5 valores, estarão dispensados da realização do exame em época normal desde que a classificação em cada momento da mesma seja ³7 valores. No caso contrário, os alunos deverão realizar exame obrigatoriamente. A classificação final, no caso de aprovação, será sempre arredondada à unidade de acordo com as regras  gerais.

 

 

4. Programa

 

CAPÍTULO I  -  Multidimensionalidade do espaço

1.1   O pensamento económico como elemento determinante na análise das  dinâmicas dos sistemas espaciais

1.2         Espaço geográfico e custos económicos

1.3         Externalidades e economias de aglomeração

1.4         Desenvolvimento económico e urbanização

 

CAPÍTULO II  -  A teoria da localização

2.1       Modelos de localização das actividades económicas

2.2       A localização dos equipamentos terciários

2.3       A localização das actividades económicas no espaço nacional

 

CAPÍTULO III -  A formação dos sistemas urbanos

3.1         A teoria dos lugares centrais

3.2         A lei do escalonamento urbano

3.3     A localização dos parques habitacionais

3.4     Evidência empírica sobre a evolução dos sistemas urbanos

3.5     O sistema urbano nacional

 

CAPÍTULO IV  - Métodos e técnicas de análise regional

4.1        Medidas de localização: Indicadores de localização e de  especialização

4.2        Métodos de análise de cluster’s

4.3        Análise de componentes de variação (shift-share)

 

 

5. Bibliografia

 5.1  Obrigatória

 

CAMAGNI, R., (1998), Principi di Economia Urbana e Territoriale, 3ª ed., Carocci Editore, Roma

COSTA, J. S.,  (Coord.), (2002), Compêndio de Economia Regional, APDR, Coimbra

DGODTU/MEPAT, (1997), Sistema Urbano Nacional: Cidades Médias e Dinâmicas Territoriais, vol. I e II, Lisboa

FUJITA, M., KRUGMAN, P. e VENABLES, A. J., (1999), The Spatial Economy. Cities, regions and international trade, The MIT Press, Cambridge, London

HOOVER, E. M. e GIARRATANI, F., (1999), An Introduction to regional Economics, http://www.rri.wvu.edu/WebBook/Giarratani/contents.htm

LABORDE, P., (1999), Les espaces urbains dans le monde, Nathan Université, Poitiers, France

LOPES, A. S., (1984), Desenvolvimento Regional: problemática, teoria, modelos, Fundação Calouste Gulbenkian

MATOS, A. J. F., (2000), Ordenamento do território e desenvolvimento regional, Tese de Doutoramento,  Universidade da Beira Interior, Covilhã

POLÈSE, M., (1998), Economia Regional e Urbana, Ed. APDR, Coimbra

REIGADO, F M., (2000), Desenvolvimento e Planeamento Regional: abordagem sistémica, Editorial Estampa Lda., Lisboa

 

  5.2  Complementar

BENEVOLO, L., (1994), As origens da urbanística moderna, Editorial Presença, Lisboa

CARDOSO, A., (1996), Do desenvolvimento do planeamento ao planeamento do desenvolvimento, Edições Afrontamento, Porto

GOITIA, F. C., (1996), Breve história do urbanismo, Editorial Presença, Lisboa

MCDONALD, J. F., (1997), Fundamental of Urban Economics, Prentice Hall, Inc.

NETO, P. A., (1999), A economia espacial: economias de rede e inovação, Instituto Piaget, Lisboa

NEVES, A. O., (1996), Planeamento Estratégico e Ciclo de Vida das Grandes Cidades. Os exemplos de Lisboa e Barcelona, Celta Editora, Oeiras

RÉMY, J. e VOYÉ, L., (1997), A cidade: rumo a uma nova definição?, Edições Afrontamento, Porto

SALGUEIRO, T. B., (1992), A cidade em Portugal: uma geografia urbana, Edições Afrontamento, Porto